SLIDES - EEMAS

HOMENAGEM ÀS MÃES DA EEMAS

sexta-feira, 6 de abril de 2012

III ANO DA PAIXÃO DE CRISTO EM CAMPO REDONDO

TEATRO PAIXÃO DE CRISTO

HOJE, EM FRENTE A IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DE LOURDES EM CAMPO REDONDO DE III ANO DE  APRESENTAÇÃO DA ENCENAÇÃO DA PAIXÃO DE CRISTO, COM O GRUPO CIA DO TEATRO EXPRESSART, A PARTIR DAS 19:30 HORAS.

Realização: Paróquia de Nossa de Lourdes

governo-da-gente-DELES6

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Decretado ponto facultativo na quinta-feira (05)

A governadora Rosalba Ciarlini decretou ponto facultativo "nos Órgãos e Entidades da Administração Direta, Indireta, Autárquica e Fundacional do Estado, no dia 05 de abril, quinta-feira". Apenas atividades consideradas essenciais serão executadas neste dia.

O Decreto Nº 22.621, de 30 de março de 2012, foi publicado no sábado (31) no Diário Oficial do Estado. O funcionamento das repartições públicas será retomado na próxima segunda-feira (09).

Clique aqui para ler a íntegra do Decreto.

Por Assecom-RN

quarta-feira, 4 de abril de 2012

SOCIALIZAÇÃO DAS METAS DA ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA MARIA ARIOENE DE SOUZA METAS PARA 2012

 

A equipe gestora e pedagogica da Escola Estadual professora Maria Arione de Souza socializou hoje dia 04/04/2012, com a equipe de docentes dos turnos matutino, vespertino e noturno o plano de metas atingiveis para 2012. Na oportunidade celebrou-se a páscoa antencipada dos funcionários da escola.

3 METAS

  3.1 Ensino e aprendizagem

· Desenvolver bimestralmente 01 (um) projeto interdisciplinar envolvendo os temas transversais (drogas, sexualidade, meio ambiente e trânsito);

· Usar o laboratório de informática pelos professores e alunos dentro dos critérios previstos pela SEEC;

· Utilizar o laboratório de ciências para a realização das experiências relacionadas aos conhecimentos dos componentes curriculares de Biologia, Química, Física e Matemática;

· Incentivar os alunos a práticas de leituras por meio de concursos dos diversos gêneros textuais disponíveis no acervo da biblioteca escolar;

· Disponibilizar aos professores e alunos o acervo de vídeos, mapas e demais materiais didático-pedagógico da sala multidisciplinar;

· Resgatar a construção do Jornal EEMAS bimestralmente como instrumento de produção escrita a ser divulgado na Comunidade Local;

· Reativar o funcionamento da Radio EEMAS com a elaboração de uma programação diária no período do intervalo;

· Enviar vídeos para TV ESCOLA com registro de trabalhos desenvolvidos por alunos e docentes da escola;

· Incentivar e apoiar o projeto DESPERTAR;

· Premiar os melhores alunos semestralmente;

· Definir os critérios da avaliação para torná-la uma prática inclusiva;

· Implementar a recuperação paralela;

· Realizar a avaliação institucional;

·  Realizar a semana cultural;

· Arborizar as laterais da escola;

· Construir hortas e canteiro, para plantio de sementes;

· Buscar parcerias com SEE e outras entidades para o fortalecimento do intercambio cultural.

3.2 Atividades Culturais e desportivas

· Revitalizar o grupo de teatro;

· Revitalizar o grupo de dança;

· Desenvolver atividades sócio educativas como torneio, gincanas, desfiles cívicos; ( durante o ano em curso)

· Apoiar e incentivar os JERNS;

· Montar a fanfarra da escola;( até o mês de junho)

· Resgatar o desfile cívico da escola (semana da pátria);

· Criar o grêmio estudantil no primeiro semestre de 2012.

3.3 Comunidade Escolar

· Buscar parcerias com Instituições públicas e privadas para o oferecimento de mini cursos de pinturas, corte e costura, manicure, bijuterias, culinária, estética e beleza entre outros, para atender alunos e pais de alunos matriculados na escola;

· Promover eventos na escola que mobilizem os pais para melhor integração dos rendimentos escolares dos filhos;

·  Implementar a participação ativa do Conselho de Escola;

· Premiar os pais mais frequente na escola anualmente;

· Resgatar as comemorações alusivas ao dia do estudante, pais, funcionários e  professores;

· Atualização  do Projeto Político Pedagógico da escola;

· Buscar junto aos órgãos competentes a formação dos docentes em serviço;

· Realizar  reuniões periódicas com pais, funcionários e professores;

· Realizar anualmente  avaliação institucional.

Fonte: Coordenação Pedagógica

domingo, 1 de abril de 2012

1º DE ABRIL DE 1981–UMA DATA INESQUECÍVEL PARA CAMPO REDONDO–31 ANOS

Um telefonema que salvou vidas em Campo Redondo e Santa Cruz – Maria de Fátima Silva

Entrevista com Maria de Fátima–Telefonista heroína

Há 31 anos atrás a Cidade de Campo Redondo vivenciaria uma data histórica e inesquicível e que marcaria para sempre  a história desta comunidade. A ponte arrastada  pelas águas do dia 1º de abril de 1981 é o marco histórico deste importante acontecimento.

Parecia um dia normal no dia 1º de abril de 1981, conhecido por todos os brasileiros “Dia da Mentira” realmente parecia mentira, mas a previsão do tempo não previa uma chuva tão torrencial que veio para região trairi e que culminou na tarde e noite o arrombamento da parede do Açude Mãe D’água de Campo Redondo.

Uma simples ligação feita pela telefonista Maria de Fátima, informou que o Açude Mãe D’água, de Campo Redondo, estava próximo ao rompimento e alertou o prefeito Hildebrando Teixeira, em Santa Cruz, e fez com que milhares de vidas fossem salvas.

As cenas da tragédia do dia 1º de abril de 1981, que desabrigou cinco mil pessoas e deixou o Estado do RN sem luz e água por cinco dias, ainda permanece na memória dos moradores do município de Campo Redondo e Santa Cruz.

Foram momentos de agonia que marcou as vidas dos cidadãos e fez heroína uma telefonista: Maria de Fátima da Silva, que fez contatos com o prefeito da época, Hildebrando Teixeira, para esvaziar a cidade antes do rompimento da barragem de Campo Redondo, distante 25 km de Santa Cruz, salvando milhares de pessoas.

Monumento histórico que representa a Construção do Conjunto Lauro Maia após a enchente de 1º de abril de 1981 para as famílias atingidas e desabrigadas pelo fato do arrombamento do Açude Mãe D’água.

O então governador Lavoisier Maia decretou estado de calamidade pública em toda a região do Trairi e levou fotos da tragédia ao presidente da República, João Figueiredo. O ministro do Interior na época, Mário Andreazza confidenciou ao prefeito de Santa Cruz só ter visto cena igual em guerra.

Com a solidariedade de todos, um grande mutirão envolveu as instituições públicas e privadas, ONGs, voluntários, igreja e as próprias vítimas. As três esferas do poder executivo esqueceram diferenças partidárias e também se uniram para reconstruir as cidades atingidas. As doações chegavam de todas as regiões do Brasil.

georgepa 3Na época eu era uma criança de 9 anos e morava na Avenida Senador João Câmara, vizinho a casa do Bar do Pedoca e pude visualizar o terror das famílias com suas casas inundadas pela chuva torrencial que caia sobre as margens do açude. Posso dizer que foi uma noite de um pesadelo real que jamais será apagado de minha mente.

Fonte: Portal de Campo Redondo