SLIDES - EEMAS

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

AÇÃO CIDADÃ: Juri Simulado - Lampião: herói ou bandido? Culpado ou Inocente?

A Escola Estadual Maria Arioene de Souza realizou neste dia 25 de agosto de 2015 um dia de ação cidadã com a participação de ex-alunos da escola que já estão atuando em suas áreas de formação acadêmica e ainda apresentou duas atrações culturais: Juri Simulado sobre o Julgamento de Virgulino Ferreira - Lampião: Culpado ou Inocente? Encenado pelos Concluintes 2015 da EEMAS. E ainda uma belíssima apresentação de teatro e dança do ProEMI - Ensino Médio Inovador sob a coordenação da professora Marta Araújo e direção Adelayde Tedesco & Cia.


Um guerreiro visionário, destemido e inteligente. Ninguém nega as virtudes de Lampião. Exatos 77 anos após a morte do principal líder do cangaço, Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, a aura de heroísmo que durante algum tempo tentou-se atribuir aos cangaceiros cede terreno para uma interpretação menos idealizada do fenômeno. Uma série de livros, teses e dissertações acadêmicas lançados nos últimos anos defende que não faz sentido cultuar o mito de um Lampião idealista, um revolucionário primitivo, insurgente contra a opressão do latifúndio e a injustiça do sertão nordestino. Virgulino não seria um justiceiro romântico, um Robin Hood da caatinga, mas um criminoso cruel e sanguinário, aliado de coronéis e grandes proprietários de terra. Historiadores, antropólogos e cientistas sociais contemporâneos chegam à conclusão nada confortável para a memória do cangaço: no Brasil rural da primeira metade do século 20, a ação de bandos como o de Lampião desempenhou um papel equivalente ao dos traficantes de drogas que hoje sequestram, matam e corrompem nas grandes metrópoles do país. 

 JURI SIMULADO 
LAMPIÃO: HERÓI OU BANDIDO?
(WORD)

Narradora: Marília Silva 

Elenco do Juri 
Juíza: Letícia Farias 
Promotor: Claudio Willian 
Escrivã: Eduarda Rocha 
Advogada de Acusação: Daryane Martins 
Advogada de Defesa: Jaciane Silva 
Testemunhas de Acusação: Roberta Oliveira, Maria Lúcia e Iara Rocha; 
Testemunhas de Defesa: Marta Rosângela, Patrícia Aparecida, Alyne Martins; 
Lampião: Rivanaldo Ferraira; 
Maria Bonita: Ana Flávia; 
Soldados: Adalberto Apolinário, Higor Felipe, Josiel Silva e Louham Vinicius; 
Jurados: Maria Geruza, Josefa Leonária, Maiara Kaline, Gabriele dos Santos, Tayze Galdino, Ana Glória, Francisca Jázia, José Denilson, Jailson Borges e Natanael Mata. 
Redação e Direção: George Araújo 
Áudio e Mixagem: Edson Adalberto 
Colaboradores e Figurino: Marta Araújo e Adelayde Tedesco 
Realização: E.E. Profª Maria Arioene de Souza





















Por George Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário